Storyboards Fresquinhos de Piracicaba…


.

“Há três ou quatro empresas agora que existem
não para criar HQs, mas apenas storyboards para
o cinema. Pode-se dizer que a única razão pela qual
a indústria dos quadrinhos ainda existe é essa, para
criar personagens para filmes, jogos de tabuleiro e
outras mercadorias. Os quadrinhos são uma espécie
de horta onde crescem franquias que podem ser
rentáveis para a indústria cinematográfica debilitada”
.

Alan Moore, 19/09/2008, ao Hero Complex, blog do Los Angeles Times.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s