Imortalidade?


Qual seria o efeito disso em ampla escala no corpo humano????

A parte interessante da matéria para mim é essa:

“A Deinococcus ‘aprendeu’ como encaixar novamente na ordem correta as centenas de fragmentos de seu DNA em um genoma funcional. Assim, ela desenvolveu a capacidade de ‘sobreviver à morte’, e nós descobrimos como funciona esse processo”, disse Radman ao jornal”.

Mais AQUI (Cientista croata descobre processo para reverter morte de célula)

Anúncios

Um comentário sobre “Imortalidade?

  1. Na Scientific American Brazil desde mês tem uma reportagem sobre cogumelos, sabe. Tem um trecho assim:

    “A maioria dos voluntários conseguia se lembrar de suas experiências 14 meses depois e as classificavam como uma das cinco experiências espirituais mais significativas já vividas,“ comparando-as com o nascimento de um filho ou a morte do pai ou da mãe, afirma o neurocientista Roland Griffths, da Faculdade de Medicina da Johns Hopkins University, que conduziu a pesquisa. É fantástico passar por uma experiência assim tão marcante. Mais fantástico ainda é ela ainda ser significativa 14 meses depois. Experiências como essas são inesquecíveis.”

    A minha opinião é que a SABESP deve ter trocado cloro por essa tal de psilocibina (ingrediente ativo dos cogumelos) já há alguns anos. Vale a pena imortalizar isso?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s