Need For Speed: Fiat Palio Underground


(infelizmente, a fonte original retirou a ´brincadeira do site´, provavelmente por problemas autorais – se encontrarmos de novo, podem ter certeza que ficará linkado aqui)

Tiração de sarro com a propaganda do novo Palio . Mas convenhamos, copiaram na caruda, né?  Além da polêmica em torno do novo design e das novas versões do veículo, anunciado janeiro, todo mundo só fala do jeitão Need for Speedy Underground da publicidade.  Que parece, parece, né? E o Palio 1.8R realmente anda bem, mas talvez fosse mais negócio a Fiat ter deixado a brincadeira para o lançamento do Punto, que chega em julho às concessionárias brasileiras e faz parte da nova versão do jogo.

Sobre o compacto, aparentemente a idéia da Fiat é mesmo mudar seu rumo no mercado brazuca. Preparando terreno para o grande lançamento do Punto no meio do ano, a Fiat simplificou o carro, extinguindo sua versão 1.8 HLX e deixando apenas o meninão acima para o público jovem. Das versões que sobraram, a 1.0 cumpre bem seu papel já que é um carro econômico, bonito e com vários gadgets de série interessantes. Já a 1.4 deixa a desejar por causa do motor, com apenas 10hp a mais que a versão básica. Muito pouco por quase 3 mil pratas a mais, principalmente agora que o Chevrolet Prisma – com a mesma motorização – tem desempenho muito superior e porta-malas bem maior, na mesma faixa de preço. Mas aguardemos que bicho dá, porque a Fiat brasileira não vem dando ponto sem nó…

Anúncios

2 comentários sobre “Need For Speed: Fiat Palio Underground

  1. Nada que justifique o apelo “emoção” da publicidade, claro, mas até que anda bem e ficou bonitinho. O problema é o preço, meio irreal para o motorzinho 115hp. Pra você ver, tanto o Palio 1.8R quanto o Corsa SS custam por volta de R$ 41 mil e são os únicos compactos esportivos que a gente tem por aqui. Na verdade, eles tão bem longe disso se vc pegar o Punto e o 206 europeus em suas versões sanguenusóio (+-140hp). O Clio Sport, então… 197hp de dar medo. Na verdade o problema desses carros é que aqui seriam inviáveis por conta do preço, daí essa garibada que Chevrolet e Fiat deram nos carrinhos.

    Agora, sem comparação o Palio com o Corsa. Embora ambos tenham o mesmo motor GM 1.8, só o Palio tem acerto diferenciado, com câmbio e suspensão calibrados para correr. O problema do Palio é a falta de identidade. Carro italiano tem que ter giro alto, mostrar a que veio na alta, como os antigos 16V que equiparam a primeira geração brasileira de Palios, que talvez voltem no Linea e no Punto. Carro de americano é o oposto, com torque em baixa. Isso é coisa de GM e provavelmente é o que mais afasta a galera mais fã dos italianos. Eu, por exemplo. 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s