Salvação a Quilo


Pow, eu sempre achei o Sobel boa praça, mas essa de carregar gravatinhas gringas no vasco foi demais. Não sabemos ainda o que exatamente aconteceu, mas se foi mesmo mão-leve (pesada, nesse caso)  isso só vem mostrar o quanto essa onda de intolerância religiosa é bobagem. Fulano sai por aí barbarizando em nome de religião, proclamando que a sua é melhor que a do outro e que ´x´ vai pro céu e ´y´ vai pro chão é mais velho que andar pra frente.  Padres pedófilos, pastores corruptos e agora rabinos punguistas. Todo mundo erra, mesmo aqueles com distintivos celestiais.

Para mim, religião é self-service. Você sente fome, sai pra bater perna e conhece todos os restaurantes que encontrar por aí. Cansado e faminto, pára no seu quilo preferido e monta o prato: salada de batata, maionese de atum, lasanha de beringela e feijoada apimentada, tudo no mesmo prato, juntinho e coberto com farinha. Vai inventar regra pra prato assim lá na China!! Aliás, talvez lá eles precisem mesmo inventar algumas regras…

Anúncios

3 comentários sobre “Salvação a Quilo

  1. Pingback: Anistia! « Um pouco de tudo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s